domingo, 11 de março de 2018

DICA DE FILME: "Sr. Holmes"



É fã de Sherlock Holmes? Se sim, não pode deixar de ver esse filme.

Ambientado na década de 1940, Sherlock Holmes, interpretado pelo magnífico Ian McKellen, devido a uma frustração pessoal de um caso de investigação não resolvido, se isola do centro urbano e vai morar em uma remota casa no litoral. Em sua nova rotina, Holmes cuida de um apiário e convive com sua governanta Mrs. Munro (Laura Linney) e o filho dela, o pequeno Roger (Milo Parker), com quem possui um contato próximo. Enfrentando as limitações mentais da idade, cerca de 94 anos, e mesmo com a ausência de seu falecido amigo Dr. Walson, o detetive ainda tenta solucionar o caso que tanto o atormenta.

Por mais que o resumo acima pareça "simplório", o roteiro possui muitos detalhes que tornam o filme uma obra apreciável.

O filme, com conteúdo de drama e investigação, é uma adaptação de um romance de 2005, "A Slight Trick of the Mind", do americano Mitch Cullin, e foi adaptado por Bill Condon para o cinema. Garanto que não decepciona os fãs de Arthur Conan Doyle, pois a história é muito boa. Recomendo até para quem não é fã do Sherlock!

DICA DE FILME: "Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo"



Sinopse do Adoro Cinema:

"Um meteoro está em rota de colisão com a Terra, e a última missão humana enviada para desviá-lo falha em sua tentativa. Não há mais saída: em três semanas, o mundo vai acabar. Algumas pessoas aproveitam os últimos dias de vida para beberem e fazerem sexo sem compromisso; outras se rebelam pelas ruas e começam a destruir os carros e os comércios. Além delas, existe Dodge (Steve Carell), corretor solitário que acaba de ser abandonado pela esposa, e Penny (Keira Knightley), sua vizinha triste, que nunca teve um namoro satisfatório. Juntos, eles decidem percorrer o país para reencontrarem suas famílias e seus amores de juventude antes que seja tarde demais."



Meu comentário:

O filme é uma jornada à reflexão, pois o mundo vai acabar e não há como remediar isso. Todos irão morrer. O resultado são as reações diversas das personagens. Os dois centrais, Dodge e Penny, totalmente opostos em estilo de vida, protagonizam uma história que surpreende quem assiste. O filme nos faz raciocinar acerca de nós e dos outros, em especial, nossos familiares. Para quem gosta de comédia misturada com drama e uma pitada de romance, eu recomendo.

Dica de Filme: Corra!



Pense em um filme no qual você começa a assistir e de início é uma coisa, depois se torna outra coisa... e outra... e outra... aí tem aquele momento que você diz: MAS QUE MERDA QUE ESTÁ ACONTECENDO? Mas não para por aí, pois o filme chega a um momento no qual você simplesmente começa a xingar certos personagens e torcer para que certos acontecimentos mudem... até o final surpreendente do filme que dá vontade de levantar e aplaudir! QUE FILME SENSACIONAL!

Em resumo, sem spoilers, Chris vai passar o final de semana na casa dos pais de sua namorada e lá, posso dizer de certa forma, que o filme acontece de fato!

Vale a pena assistir!

domingo, 14 de janeiro de 2018

O mundo está fora de controle?



Nestes dias eu me deparei com uma mini-banca das Testemunhas de Jeová expondo suas revistas, Despertai e Sentinela, as quais eu já li muito. Uma das capas me chamou a atenção, pois havia a seguinte pergunta: "O mundo está fora de controle?" Uma pergunta interessante de se ler e pensar como respondê-la. Minha resposta, seria bem simplória: "O mundo nunca esteve controlado e nem tão cedo ficará". É simples saber isso. Basta estudar um pouco da História Mundial, conversar com um professor dessa área ou alguém muito entendido do assunto que aprenderemos que o mundo sempre foi violento e cheio de atrocidades. O fato é que vejo nas religiões um apelo para que "despertemos" para enxergar que tal messias está voltando ou que em tal livro estava profetizado que nestes dias seria assim. Discordo totalmente desse viés argumentativo que se baseia em condicionamento pelo medo e pela falta de informação. O porquê de eu ter essa opinião é pelo que eu disse a pouco: "O mundo nunca esteve controlado e nem tão cedo ficará". Tragédias, assassinatos, desrespeito, matanças, sequestros, estupros, roubos e outras aspectos negativos sempre foram parte da Humanidade. Isso não é de hoje. E infelizmente, nem tão cedo deixará de existir.

domingo, 7 de janeiro de 2018

Game of Thrones VS Vikings: minha opinião!



Falarei sobre a questão de "Game of Thrones VS Vikings". As séries serão chamadas de GoT e Vkg a partir daqui. A pedido de alguns amigos, eu assisti Vkg e resolvi só falar após as quatro primeiras temporadas, pois é normal toda série começar "tímida" e crescer com o tempo.

Deixo claro que é injusto comparar as duas séries de forma rígida e inflexível. Há diferenças gritantes de verba, marketing, política empresarial, elenco, roteiro, dentre outras características dos canais envolvidos. A HBO é infinitamente mais abastada do que o History. Mas como tenho que opinar, ao final darei minha nota.

Vkg é uma boa série, com potencial, mas que devido ao limite de recursos do canal, começou pequena demais e foi crescendo a cada temporada. Agora na quinta, terão que fazer milagre com a "Creche do Papai", já que ocorreram mudanças no protagonismo dos fatos. Tenho que concordar que a imagem de Ragnar na série causa simpatia por ser o principal. O Travis Fimmel foi muito feliz no estilo de atuação. A postura e a voz do Ragnar são ímpares na série. A construção do personagem começou um pouco fora do alvo, pois estava numa espécie de "Jeca Tatu Nórdico", mas depois eles acertaram e o rio fluiu. E não só o Ragnar causa impacto, mas outras personagens também. O elenco é sensacional.

Eu vi uma série crescer em aspectos bons e ruins. A cronologia de Vkg beira ao absurdo, pois quem assiste, tem que adivinhar quantos meses se passaram. Assim como, nem todos tem facilidade de gravar nomes de personagens e descobrir que "fulano" agora á adulto. Nisso, Vkg falha de forma muito abusiva. GoT pisa um pouco no freio nesse quesito. No início de Vkg, colocavam a legenda original com o nome dos locais, como por exemplo, quando saíam de Kattegat para Wesex, aí você via escrito o local na tela. Mas depois, nem esse recurso colocaram mais. Isso é uma falha muito ruim para uma série tão famosa. Já outros aspectos, melhoraram muito, tais como o número de figurantes, principalmente nas batalhas, efeitos visuais e especiais, a edição do som, corrigiram o exagero no efeito da cor artificial dos olhos das personagens, capricharam no roteiro e nas tretas de Paris, etc. Mas meu destaque vai para a maquiagem, pois foi a melhor evolução na série. Não vou comentar mortes de personagens, nem seus rumos, senão haverá spoiler, mas registro que tivemos perdas infantis no elenco.

Os melhores diálogos e frases que marcaram a série saíram das cenas do Ragnar com Athelstan e com o Rei Ecbert de Wessex. Foi bem filosófico. O Floki infelizmente caiu de produção e estragaram a narrativa, em minha opinião. Espero ser surpreendido. Faço aqui uma observação. Se você assiste dublado, me desculpe a sinceridade, mas você terá que ver tudo de novo. NÃO HÁ como você saber quem é Ragnar sem ver o áudio original, pois a atuação do Travis Fimmel é sensacional. Cuidado com o spoiler a seguir... pule o trecho se desejar... <> E o discurso realizado quando o Ragnar está... como posso dizer?... numa jaula suspensa cercado por um exército... entendedores entenderão... se essa cena você assistiu ou irá assistir dublado... fez ou fará de forma errada, pois não é mostrado 100% da grandiosidade da cena... entre outras sensacionais que a série apresenta. Faz uma semana que vi esse discurso e a voz não sai da cabeça, pois a intensidade da cena foi sensacional <>. Tenha certeza de que todas as personagens no som original são outras pessoas. Principalmente as mulheres. A Lagherta, a Judith, a Rainha Kwenthrith, a Siggy, o Floki, o Rollo, o Ivar... e muitos outros... não são impactantes na versão dublada.

Enfim, deixa eu ficar quieto antes que fale demais e acabe dando spoiler. Vkg é uma boa série que está crescendo ao mesmo tempo que ganhou o desafio de manter a trama com as personagens atuais, principalmente com a já mencionada "Creche do Papai". Não é uma série perfeita, como também não causa esse impacto todo que dizem. Mas admito que Vkg tem seu valor e merece respeito. Meu texto inicial estava com um total de quatro folhas, mas como minha intenção era ser conciso, excluí bastante conteúdo do que eu queria falar. Se quiser saber algo mais, me pergunte nos comentários.

Minhas notas: Vkg 8,8 e GoT: 9,1.
Minha obs: São séries diferentes.


sábado, 16 de dezembro de 2017

DICAS: Filmes da Marvel em ordem cronológica (linha do tempo até Guerra Infinita)



Bem amigos que também são fãs de filmes da Marvel, abaixo está a ordem cronológica dos filmes da Marvel para quem for fazer a maratona até a estreia de "Vingadores: Guerra Infinita - Parte I", com um plus da adição das séries "Marvel: AgentCarter" e "Marvel: Agents of S.H.I.E.L.D.":
*Agent Carter — Temporada 1 e 2
1 Homem de Ferro
2 O Incrível Hulk
3 Homem de Ferro 2
4 Thor
5 Capitão América: O Primeiro Vingador (o filme é uma espécie de flashback e tem pós-créditos no futuro)
6 Os Vingadores
7 Homem de Ferro 3
*Agents of SHIELD (1ª Temporada — Episódios 1–7)
8 Thor: O Mundo Sombrio
*Agents of SHIELD (1ª Temporada — Episódios 8–15)
9 Capitão América: O Soldado Invernal
*Agents of SHIELD (1ª Temporada — Episódios 16–22)
10 Guardiões da Galáxia
*Agents of SHIELD (2ª Temporada — Episódios 1–19)
11 Vingadores: Era de Ultron
*Agents of SHIELD (2ª Temporada — Episódios 20–22)
12 Homem-Formiga
13 Capitão América: Guerra Civil
*Agents of SHIELD (3ª Temporada)
14 Doutor Estranho
15 Homem-Aranha: De Volta ao Lar
*Agents of SHIELD (4ª Temporada — Episódios 1–8)
16 Guardiões da Galáxia 2 (4 de Maio de 2017 no Brasil e um dia depois nos EUA)
*Agents of SHIELD (4ª Temporada — Episódios 9–22)
17 Thor: Ragnarok
*Agents of SHIELD: 5ª Temporada — (Dezembro 2018)
18 Pantera Negra (16 de Fevereiro de 2018 nos EUA)
19 Os Vingadores: Guerra Infinita — Parte I (26 de abril de 2018 no Brasil e 4 de Maio de 2018 nos EUA)
    Boa maratona para quem for adepto!


    quarta-feira, 23 de agosto de 2017

    Suposto roteiro vazado da 8ª temporada de Game of Thrones - Episódio 6 (Leaked Script Game of Thrones)



    Game of Thrones é a série de maior sucesso e audiência da atualidade e encaminha-se para sua última temporada em 2018. Neste ano de 2017, a HBO, responsável pela produção e exibição da série, foi vitimada por roubo de dados por parte de hackers. Desde então, foram divulgados roteiros (scripts) e até mesmo episódios completos de suas séries, incluindo Game of Thrones.

    Não se sabe se estes textos são realmente originais. Então, a sua leitura não pode ser vista como verdade absoluta. Mas alertamos que o mesmo aconteceu com o roteiro da 7ª temporada e o conteúdo coincidiu totalmente. Sinceramente, esperamos que seja fake.

    O texto abaixo pode conter SPOILERS. O texto abaixo é resultado do Google Tradutor, não está totalmente traduzido e nem revisado. As concordâncias nas frases possuem erro.

    Fonte:





    "GoT Season 8 Episode 6

    Cena 1 - Dragonstone

    Jaime, Bronn, Gendry, Tyrion e Davos voltam a Dragonstone. Edmure supostamente voltou a Riverrun. Jon os recebe e informa sobre a morte de Daenerys. Tyrion está muito entristecido quando ouve que Daenerys morreu e conversou com Jon Snow nas falésias de Dragonstone. Ele diz a Jon que ele acreditava em Daenerys. Ele acreditava que ela poderia fazer um lugar melhor para fora deste mundo de merda e que ele poderia desistir melhor desse sonho. Além disso, Tyrion pergunta o que matou a Daenerys. Jon menciona que ela morreu no parto e a Golden Company levou seu corpo para entregar a Cersei Lannister. Ele pergunta o que aconteceu com o bebê, no qual Jon responde que sua bebé está viva e bem.Tyrion sorri e depois percebe que um único navio Greyjoy está pousando em Dragonstone. Jon e Tyrion caminham em direção ao navio. Não é ninguém além de Yara Greyjoy, que chegou a Dragonstone. Ela informa que ela escapou do Euron, mas perdeu quase todo o seu exército. Jon pergunta a ela sobre o paradeiro de Theon e ela diz que ele provavelmente não conseguiu sair vivo quando os mortos chegaram.

    Cena 2 - Kings Landing


    O corpo de Daenerys pendurado nas paredes em King's Landing. O povo de King's Landing está jogando merda em seu corpo e se diverte com seu cadáver. Perto é uma cervejaria onde Arya e o Hound estão atualmente. Eles ouvem que o Euron é rei agora e que King's Landing provavelmente enfrentará outro ataque dos inimigos do Euron.
    Arya quer ajudar Jon, lutar com ele, mas o Hound pensa que ele acabou com essa merda por enquanto.Arya diz que não se importa com o que o Hound faz, mas ela vai ficar para lutar ao lado de seu irmão. O Hound eventualmente concorda em ficar com ela e ajudar Jon e co.
    Então, veremos o Euron Greyjoy falar com os Comandantes da Golden Company no Salão do Trono. Ele agradece por trazer o corpo da Rainha do Dragão para ele e acha que é uma pena que eles não a tenham trazida viva. Ele admite que ele a teria fodido se a trouxessem viva. Euron Greyjoy espera que um cálculo venha do Rei no Norte e que eles deveriam atacar primeiro. Euron ordena ao novo Maestre que envie um corvo a todo reino e escreva que todos os Grandes Senhores devem jurar fidelidade a ele, caso contrário ele deve atacá-los com seu exército de palavras de venda de King's Landing.

    Cena 3 - Dragonstone


    Jon, Jaime, Bronn, Tyrion, Jorah, Sansa, Gendry, Davos, Missandei, Samwell e Yara estão presentes no Conselho de Guerra discutindo a mensagem de Euron Greyjoy. Euron Greyjoy se declarou Rei dos Sete Reinos após a trágica morte da rainha Cersei. Jaime está convencido de que a Euron está por trás do assassinato da rainha Cersei e está furiosa. Yara concorda com Jaime. Davos afirma sua opinião de que esse louco não deveria governar os Sete Reinos e eles deveriam lutar contra tudo o que conseguiram.Gendry expressa seu ódio contra a Euron, pois tirou o assento de Baratheon da família falecida. Tyrion e Jaime querem usar o exército Lannister para lutar contra o Euron. Tyrion também acha que eles devem convencer os leais homens de Deenerys a continuar lutando por Jon e pela descendência de Dany. Então, temos o Norte, o Exército Lannister e o restante Dothraki, Inábil e Drogon lutando por eles.
    É Samwell quem mais tarde se dirige à filiação de Jon novamente, mas Jon não quer que Samwell conte o resto sobre isso. Jon afirma claramente que ele nunca quer se tornar um rei. É Davos quem responde por ele. Ele diz aos outros que Jon é sua última chance de salvar o povo de Westeros das mãos sujas de Euron Greyjoy e ele acredita que Jon faria um bom rei. Ele é a única esperança deles. Os outros concordam Com Davos e Jon aceita sua posição recém-adquirida eventualmente.
    Após o Conselho de Guerra, Jon fala com sua irmã, Sansa. Sansa está confundida com a filiação de Jon e achou difícil acreditar que o pai sempre mentiu para sua família, para Catelyn, para Jon. Jon concorda com Sansa e pede-lhe que cuide do Norte e de Winterfell, como ela é a herdeira de Winterfell. Ela concorda e diz a Jon que ela estava planejando deixar a Dragonstone de qualquer maneira. Os dois compartilham um abraço antes de se separarem.
    Missandei informa a Jon que a velha veio visitá-lo novamente em Dragonstone. O velho Melisandre vem dizer a Jon que está pronta para pagar seus pecados e revela sua identidade. Ela diz a um público chocado que ela fez sua parte e que a profecia se tornou realidade. Davos garante que finalmente a bruxa tenha morrido. Gendry concorda com Davos. Missandei também aponta que ela tentou convencer Daenerys a ter seu bebê sacrificado ao Senhor da Luz. Jon propõe pendurar o antigo Melisandre, mas Melisandre pede a Jon para matá-la pelo fogo, porque essa é a forma mais pura de morte. Ela foi executada fora de Dragonstone, morto pelo fogo de Drogon.
    Os navios estão começando a deixar Dragonstone para navegar para Blackwater Bay. Tyrion, Missandei, Davos, Samwell e Baby Lyanna ficam em Dragonstone por enquanto. Jorah, Gendry, Jaime e Bronn são vistos embarcando nos navios. Jon pergunta a Tyrion e a Missandei para cuidar de Lyanna se ele não retornar vivo. Jon também diz adeus a Samwell e agradece-lhe por ser sempre leal.

    Cena 4 - Kings Landing


    O Euron é visto nos Paredes de King's Landing e vê como os barcos Targaryen estão se aproximando. O corpo apodrecendo de Daenerys também pode ser visto. Notamos Jon Snow, usando armadura Targaryen / Stark e montando Drogon acima dos navios. Euron traz os escorpiões que foram redesenhados em suas ordens. Os homens de Lannister primeiro aterram em terra e começam a invadir.Vemos homens da Companhia de Ouro protegendo as muralhas da cidade. Dois comandantes do GC estão montando elefantes. Os elefantes pisam em vários homens de Lannister. Podemos ver o exército do Norte se juntar aos Lannisters e os Dothraki vindo dos lados. Jon e Drogon se juntam à luta e Drogon coloca um dos comandantes junto com o elefante em chamas. O pobre animal estende e mata alguns homens inconscientemente quando morre. Nós vemos Yara dando o melhor de si mesma com seu machado e Gendry esmagando o crânio de um homem com seu martelo. Euron comanda seus homens para derrubar Drogon com os escorpiões. Ele tem três deles. Primeiro, eles parecem não fazer isso, mas então Drogon foi atingido duas vezes na sua asa direita, levando-o a pousar.


    O exército Lannister, o exército Stark e Dothraki lutam ferozmente e conseguem romper os portões da cidade. Jon tenta fugir com Drogon para o Dragonpit, porque ele vê que Drogon está doendo e não pode voar bem mais. Arya percebe que Drogon está voando em direção ao Dragonpit. Enquanto isso, The Hound juntou Jaime, Bronn e Jorah. Gendry e Yara decidem se dirigir para o Red Keep, onde eles pensam que o Euron está se escondendo agora mesmo. Euron realmente ordena a seus homens para irem ao Dragonpit para destruir a besta junto com Jon Snow. Bronn e Jaime vêem Euron junto com a Companhia de Ouro se mudando para o Dragonpit e vai com eles. Jaime começa a perceber que Jon está em perigo.Ele é o único além de Tyrion que sabe que há incêndios deixados abaixo do poço do Dragão.
    Se Drogon começar a respirar fogo lá, o incêndio violento poderia destruir todo o Dragonpit e levar todos e tudo com ele.



    Arya e Nymeria agora entram no Dragonpit para ver Jon cuidando os ferimentos de Drogon. Jon tenta retirar as lanças das asas de Drogon. Jon está muito surpreso ao ver Arya lá e quer que ela deixe King's Landing imediatamente. Arya não quer deixar Jon no início, indicando que ela quer lutar com eles. Arya acaricia Drogon, comentando que sempre sonhava em montar um dragão. Quando era mais nova, olhava os contos dos guerreiros Targaryen. Jon Smiles, mas implora fortemente a Arya para deixar o Dragonpit agora, porque eles estão em grave perigo. Ambos compartilham um abraço antes que Arya decida ouvir Jon e ir embora. Ela está claramente chateada por deixar Jon.
    Yara e Gendry estão dentro do Red Keep, mas chegam à conclusão de que o Euron escapou para o Dragonpit, muito para o incômodo de Yara porque queria terminar seu tio.
    Euron e o GC invadem o Dragonpit. Euron começa a lutar contra Jon Snow. Jaime apressa-se para o Dragonpit, juntamente com o Hound e Jorah e alguns homens de Lannister para que Jon saia daqui.Bronn não quer arriscar sua vida e fica onde está. Euron quase consegue matar Jon Snow, mas é Jaime quem de repente o pega por trás, ferindo-o mortalmente. Jaime tenta retirar Jon do Dragonpit, enquanto Jorah e The Hound lutar contra as restantes palavras-chave para garantir que Jon saia do Dragonpit. Os homens da Golden Company continuam jogando lanças em Drogon e é óbvio que ele está morrendo. Em certo ponto, Drogon, inconscientemente, desencadeia seu fogo, fazendo com que o Dragonpit treme.Jaime percebe que Drogon causou o incêndio incendiar-se sob o Dragonpit e ordena a Jon para correr para a vida dele. Um Euron gravemente ferido ri antes de morrer, dizendo-lhes que estão todos fodidos.
    Antes que Jon, The Hound, Jaime e Jorah possam escapar, é muito tarde e o incêndio consome todo o Dragonpit. Ninguém acha isso vivo. Yara e Gendry testemunham a explosão de fogo da distância e observam com muito horror. As pessoas são vistas fugindo de King's Landing antes que mais incêndios possam inflamar.


    Cena 5 - Dragonstone


    Tyrion vê alguns navios Targaryen retornando a Dragonstone. Yara e Theon informam Tyrion, Davos Samwell e Missandei sobre a explosão do incêndio e que Jon, seu irmão e Jorah provavelmente não conseguiram sair com vida. Tyrion está quebrado quando ele ouve as notícias e Samwell e Davos também ouvem a morte de Jon. Sam Well e Davos têm algumas conversas pequenas e Sam Well pergunta a Davos o que ele fará agora. Davos diz a Sam que ele provavelmente retornará a sua esposa desde que ele a deixou sozinha há muito tempo. Samwell sorri e diz a Dvaos que ele planeja fazer o mesmo.
    Então, vejo Arya e Nymeria prontas para embarcar em um navio, Arya diz ao capitão que terminou com Westeros. O capitão pergunta o que uma garota pequena e um lobo vão fazer em Essos agora que há paz em Westeros. Arya responde com 'Valar Morghulis'. Vemos o navio de Arya dirigindo-se para o leste, logo antes de um tempo pular de 3 anos.
    O próximo tiro é Sam ensinando Little Sam a ler. Lady Gilly Tarly, como ela já nomeou, é Lady of the Reach. A mãe de Sam, Talla e Gilly olham para Samwell e Little Sam e ambos compartilham eles amam por estes dois. Sam entra no meio e pergunta para onde eles estão falando, mas a mãe de Sam brinca que só as mulheres falam. Sam e Gilly compartilham uma última cena juntos. Gilly tem boas notícias para o Sam. Ela está grávida de seu filho. Sam está claramente na nuvem nove quando descobre que ele está tendo seu filho com Gilly. Ele também faz Gilly certo de que ele sempre considerará o pequeno Sam como seu próprio Sam e ele vai herdar o Reach um dia.

    Cena 6 - Winterfell


    Vemos Lady Sansa e Lord Gendry estarem juntos. Sansa observa com Gendry, Edmure e Roslin como os filhos de Edmure estão lutando um com o outro. Edmure ainda detém o título de Lord of Riverrun. Sansa percebe que um dos filhos de Edmure carrega a espada de Arya, Needle e pergunta como ele a recuperou. Edmure responde que seu filho, Willem, encontrou a espada no bosque quando eles estavam caçando. Ele pergunta se a irmã ainda está viva, na qual Sansa responde que provavelmente seria. Arya sempre encontrou uma maneira de sobreviver de alguma forma. Sansa e Gendry visitam as criptas de Winterfell. A estátua de Jon fica também nas criptas. Gendry pergunta a Sansa se o verdadeiro pertence lá. Sansa diz que é o único lugar onde Jon realmente pertencia, ao lado de seu verdadeiro pai Ned e com seus irmãos. Gendry choca que ele não foi nomeado "Jon" na verdade. Sansa diz que ele sempre permanecerá "Jon Snow" para ela. Sansa menciona que ela ainda tem muito trabalho a fazer, já que ela é Lady of Winterfell e Lady of the Vale. Ela pergunta o que Gendry fará com o Storm's End, agora que é deixado desocupado. Gendry diz que está planejando fazer logo depois que ele foi acadmitido como um verdadeiro Baratheon pelo Rei Regente.
    E então, veremos o Rei Regente e a Mão da Rainha Lyanna Targaryen, Tyrion Lannister. Tyrion está assistindo como Missandei está lendo um livro para Lyanna sobre as histórias de Rhaenys e Visenya Targaryen, antes de ir dormir. Lyanna pergunta se sua mãe também montou um dragão e Missandei respondeu que ela era bastante guerreira. A próxima cena, Tyrion e Missandei são vistos na cama um com o outro e falam sobre Lyanna, que ela não é a criança mais tranquila. Tyrion menciona que ela é muito boa também.
    Missandei ri e diz a Tyrion que ele não deveria ter esperado o contrário com Jon e Daenerys como pais.Tyrion diz a Missandei que está fazendo um excelente trabalho na educação de Lyanna e que os dois começam a fazer sexo um com o outro. A última cena com Tyrion é uma com Lyanna no mapa gigante de Westeros. Tyrion diz a Lyanna que ela governará os Sete Reinos um dia. Ele explica que o Norte e o Vale são atualmente governados por Lady Sansa Stark, a única criança restante de Stark e que ela é casada com Lord Gendry Baratheon, Lord of the Stormlands. Os Riverlands são governados por Edmure Tully. O próprio Tyrion é responsável por Casterly Rock no momento, mas o castelo ainda está desocupado. The Reach é governado por Lord Samwell Tarly, filho de Randy Tarly. As Ilhas de Ferro, por outro lado, são atualmente regidas por Yara Greyjoy. Lyanna pergunta sobre Dorne, em que Tyrion responde que Dorne agora é governada por uma das filhas de Oberyn. Ela foi casada com um homem que sempre sonhou em possuir um castelo e ter uma bela jovem. Agora ele tem ambos. Agora, Tyrion e Lyanna caminham em direção ao Trono de Ferro. Tyrion adverte Lyanna que o Game of Thrones não é uma peça infantil e é um que vem a um preço. Claro, Tyrion assegura-lhe que ela nunca terá que lidar com o Game of Thrones sozinho e ele sempre estará lá para ela. O último tiro é Lyanna e Tyrion olhando para o Trono de Ferro.

    Última cena



    Terminamos com uma cena no extremo norte, nas Terras de sempre inverno. Um único caminhante branco anda e traz o corpo de Bran Stark para um altar. Lembre-se de que o Rei da Noite esfaqueou Bran no episódio 2. Ele foi esfaqueado no coração com Dragonglass. Ele executa um certo ritual e Bran abre os olhos. Eles são azuis brilhantes. O White Walker coloca uma coroa na cabeça de Bran e o altar lentamente se transforma em gelo. O inverno está chegando…

    Mortes
    Jon, The Hound, Jaime, Jorah, Euron e Drogon."