Pular para o conteúdo principal

Existem motivos para comemorar o Dia da Consciência Negra?


Hoje, 20 de novembro, é o Dia da Consciência Negra.

Pela Lei que estabeleceu esta data (Lei nº 10.639, de 9 JAN 03), a intenção foi incluir na diretriz da educação nacional (Lei nº 9.394, de 20 DEZ 96) os estudos sobre a cultura Afro-Brasileira, desde a sua origem na África, passando pela época da escravidão, até os dias atuais, mostrando a contribuição dos negros na nossa cultura e a sua História, que também é a História do Brasil. Isso foi uma vitória, não só para os negros, mas para todos os brasileiros, pois com certeza se não houvessem negros no nosso país, o Brasil não seria um lugar tão descontraído e diversificado. Digo isso porque os negros são inteligentes e alegres por natureza. Eu sou suspeito para falar, pois mesmo sendo branco, eu descendo de um negro (meu avô), sou casado com uma negra e a maioria de meus amigos são negros.

Porém, deveríamos comemorar de forma mais eficiente o Dia da Consciência Negra. Fico triste ao ver uma data que foi criada com uma finalidade ser usada para outra, exclusivamente. As pessoas, por motivo de ignorância, seguem o fluxo das ONGs (oportunistas) e fazem do 20 de novembro o dia nacional de combate ao racismo. Esta data está causando um efeito inverso, pois como eu disse a intenção não foi criar uma data para se falar exclusivamente de um assunto e sim um dia para se celebrar a cultura negra (que é cultura brasileira). Mas não é isso o que vemos. Deveríamos ter palestras neste dia (ou nesta semana ou neste mês ou o ano todo), falando sobre:
- a origem dos negros na África;
- os povos que existem naquele continente;
- como vieram parar no Brasil, devido a escravidão;
- a luta dos negros no Brasil;
- a contribuição para nossa cultura; e
- muitas outras coisas.

Mas o que vemos hoje é uma avalanche de textos falando de racismo ou preconceito com o negro, os negros se manifestando nas redes socias com frases do tipo "sou negro com orgulho" e as ONGs promovendo samba, pagode, roda de capoeira e festas. O dia que eu ver uma ONG promovendo cursinho preparatório ou bolsa de estudos para negros (ou para comunidade carente em geral) eu vou aplaudir de pé, pois só conheço ONG que promove baile, festa, etc. Se eu fosse negro, me sentiria muito ofendido, pois essa atitude dá a enteder que as ONGs não acham os negros capazes de exercer outras atividades a não ser baile, festa, roda de samba, etc. Por esse motivo, eu não comemoro o Dia da Consciência Negra. Se eu colocar no meu perfil da rede social "sou branco com muito orgulho", qual a primeira coisa que você pensaria? "Racista!" Com certeza, pensaria que eu sou racista, por colocar uma frase dessas, pois no senso comum, o branco não sofre preconceitos e essa atitude seria uma afronta contra os negros. Pelo senso comum, o branco não pode ter orgulho de ser branco. Mas eu pergunto: E por que o fato do negro colocar essa frase não é sinal de racismo (contra ele mesmo e contra os outros)? Entendo que alguns tipos de manifestações nesta data são mau direcionadas, assim como não vejo sentido alguém ter orgulho de cor de pele, pois a mesma não define o caráter. Outra coisa ridicula é que chamar um negro de "negão" é ofensa, mas chamar um branco de "braquelo" ou branco "azedo" não é. Vai entender... E se analisarem bem, não existe o Dia da Consciência Branca, ou Judaica, ou Índigena, ou Nordestina, ou outra qualquer. Não seria uma maneira de inferiorizar os negros, criando esta data "comemorativa".

Pense comigo! Quando você se senta em uma praça de alimentação você só vê negros recolhendo as bandejas e limpando as mesas? Você só vê negros trabalhando em serviços gerais (limpeza)? Você só conhece pedreiro negro? Você só conhece catador de papelão negro? Você pode responder sim ou não, pois o que tem demais a pessoa exercer essas atividades? Eu vejo pessoas de todas as cores de pele trabalhando nessas atividades. Minha mãe é branca e trabalhou por muitos anos como diarista. Mas se ela fosse negra, todo mundo iria sentir peninha dela, não é? Se achamos que essas atividades são uma punição, logo acabamos de criar o preconceito contra as mesmas. No pensamento dos "filósofos do movimento negro", se nessas atividades tivéssemos somente negros, seria porque a sociedade é racista. Não meus caros, a sociedade não é racista. A sociedade é preconceituosa e de diversas maneiras. Existem algumas pessoas que não gostam de negros, como existem as que não gostam de judeus, de nordestinos, de cariocas, de flamenguistas, de flanelinhas, de gays, etc, pois a lista é grande. Sempre existirão pessoas que não gostam de muitas coisas e se um dia manifestarem preconceito contra você, vá até uma delegacia de polícia e registre uma ocorrência. Simples assim.
 Você deve estar pensando: "Então sua opinião é que não se deve falar do racismo?" Sim, para esta data, é esta a minha opinião. O racismo no Brasil já foi vencido. Restaram algumas pessoas ignorantes, não só com negros mas também com outras pessoas. Mas como eu disse, existe a Lei para nos proteger disso. O que falta agora é acabar com o preconceito social.

Eu te faço um desafio. Independente do seu estado de origem, vá até uma favela (chamada hoje em dia pelos politicamente corretos de comunidade carente) e ande por lá durante algumas horas. Veja a cor da pele das pessoas que moram lá e me responda: Você só viu negros? Com certeza não! No Amazonas os índios sofrem preconceito. No Nordeste, o povo do extremo interior sofre preconceito. Nas capitais os homossexuais sofrem preconceito. Meus caros, aqui no Brasil já houve racismo e o maior ato de racismo foi a escravidão. Fora isso, não tivemos divisão de bairros, escolas, igrejas, hospitais, como houve nos EUA (ou na África do Sul), onde um negro não poderia passar perto de um local destinado aos brancos e vice-versa. Nem ônibus lá era misturado. Se um negro entrasse não podia viajar sentado. O que existe no nosso país é o preconceito social. Eu sou branco, nascido e criado na favela e fui criado com negros, pardos, mulatos, loiros de olho azul, etc. Durante anos sofri preconceito por ser extremamente pobre. A pobreza não escolhe cor de pele. E vocês verão muitos outros que sofrerão preconceitos por diversos motivos. Ou seja, não há razão, lógica ou explicação que dê motivo aos negros se acharem os "discriminados exclusivos do país" nos dias de hoje. Se um branco de olho azul e cabelo loiro entrar em um shopping, todo sujo, fedendo e descalço, vocês acham que deixarão ele fazer compras? Quer saber o que é racismo? Pergunte ao Sr. Nelson Mandela! Você vai entender que existe um inferno, mas não é aqui que ele se localiza! Encerro por aqui meu texto!

Essa foi a minha opinião sobre o assunto! Desejo a todos os brasileiros um ótimo Dia da Consciência Negra, pois todos nós temos alguma porcentagem de "negritude" em nosso sangue! Vamos estudar a nossa História! Desta forma, estaremos valorizando o nosso presente e garantindo o nosso futuro!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sky HDTV Slim travando por causa do Pen Drive (ou dispositivo externo)

Olá pessoal!
Recentemente eu passei por um problema com o aparelho Sky HDTV Slim relacionado ao recurso de gravação externa "oferecido" pela empresa.
Simplesmente na manhã de ontem, ao ligar o meu aparelho Sky HDTV Slim, o mesmo não ligou normalmente e se comportou como se tivesse ficado sem energia, exibindo todo o processo de reinicialização. O aparelho travou na tela de "Passo 1 de 2: Verificando Dados do Satélite" e não saiu disso. Então eu segui o protocolo e liguei para a empresa, relatando o problema. Segui todos os passos indicados pela atendente, relacionados a verificação das conexões de cabos, reset do sinal do aparelho (apertando o botão vermelho do compartimento do cartão), etc. Porém, o problema persistiu e o serviço teve que seguir para a "temida" visita técnica. Digo "temida", pois a maioria das pessoas reclama desse serviço na internet. Eu pessoalmente sempre fui bem atendido pelos técnicos e sempre me deram boas dicas.
Na manh…

Colocar o idioma português no Forerunner 10 da Garmin

Um amigo meu tem um relógio da Garmin, o Forerunner 10. Em resumo, trata-se de um modelo de smart watch para corridas que auxilia atletas.

Após um problema de reset no relógio, não conseguiu-se mais colocar o idioma português. Então fui verificar como resolver este problema.
Veja aqui o passo-a-passo:
1º.  Acessar o site da Garmin Connect e logar-se no seu usuário. Caso não tenha, cadastre-se;
2º. Acesse o menu e escolha a opção de sincronização, para poder acessar o link para baixar o aplicativo;

3º. Após abrir o link, escolha  modelo do seu aparelho;
4º. Na próxima janela, escolha baixar o aplicativo para desktop (Computer Setup);
5º. Concecte o relógio no PC e siga os passos descritos na página, até instalar o aplicativo e adicionar o dispositivo;
6º. Com o app instalado e o dispositivo adicionado, abra-o e acesse o seguinte: - dispositivo (que no meu caso é o F10) > ferramentas e conteúdo > arquivos de idiomas > selecione a caixa do português > instalar agora (na imag…

MEGA-POST: FOTOS DE PERSONAGENS DE DESENHOS ANIMADOS PARA O DIA DAS CRIANÇAS

Aproveitando a campanha que rola nas Redes Sociais, o Cinema e Variedades disponibiliza abaixo algumas fotos de personagens de desenho animado. Foi até boa esssa idéia, pois na Rde Social só podemos colocar uma foto. Como sou eu que escrevo (rsrsrsrs) colocarei uma porção de fotos de desenhos (e afins) que eu curtia na infância e adolescência (e outros não rs). Espero que vocês curtam!
CAVALEIROS DO ZODÍACO