sábado, 12 de março de 2011

VÍDEO DA JORNALISTA RAQUEL SHERAZADE FALANDO SOBRE O CARNAVAL: EU ASSINO EM BAIXO!

Eu até que iria postar um mega texto sobre o Carnaval, mas esse vídeo da reporter Raquel Sherazade, da Paraíba, já disse tudo e mais um pouco. Vale muito a pena assistir, se você esta cansado de hipocrisia né?

>

Fazendo um adendo a este vídeo maravilhoso, que resumiu bem o meu sentimento por esta "festa", acrescento o seguinte:

É na verdade uma festa desagradável na grande maioria de seus eventos, onde as pessoas externalizam seus maus hábitos, sua  falta de educação, falta de higiene e falta de limite sexual (nem uma matilha de cães no cio se comporta assim), entre outras coisas.
Muitos fatos violentos são acobertados, como por exemplo, dão um ar de glamour ao carnaval de Salvador, porém é um dos mais violentos e fedorentos que existe. Absurdo ter que pagar mil reais pra ficar andando igual a um trouxa, atrás de um caminhão, em um espaço público, com um bando de gente suada e se esfregando. E sobre o carnaval do RJ, além dos mijões que retratam como os cariocas são desleixados com a sua cidade (a maioria), há muita coisa de fachada que só serve mesmo pra lavagem de dinheiro, exibição de prostitutas de luxo chamadas de artistas do carnaval e iludir pessoas humildes, fazendo-as se sentirem artistas importantes somente nessa época do ano. Passado o carnaval, vai visitar a casa de uma dessas pessoas. Vai lá.
Eu já pulei carnaval, mas como disse bem a jornalista do vídeo acima, foram "outros tempos", pois atualmente temos em nosso país uma juventude criada na base do liberalismo, onde crianças batem em professores, famílias vão se formando sem planejamento nas comunidades, parecendo ratos se procriando em seus bueiros, e infelizmente hoje prioriza-se o "ter" e não o "ser". Além disso, a inversão de valores é absurda, pois uma pessoa que se dedicar aos estudos, se graduando, pós-graduando, realizando mestrado e doutorado, e sendo um funcionário público, não conseguirá ganhar em 1 ano o que uma "popozuda" ganha em 10 dias (será que ela sabe ler?). Culpa de quem? Culpa desta população que idolatra "movimentos culturais" marginais e que fazem apologia a uma sexualidade vulgar e animalesca, lhes ensinado a falta de compostura, onde ouvir uma música de "passar o piru na cara dela" no último volume em seu carro ou na sua casa, não é mais falta de educação com seu vizinho.
Me desculpem a natureza direta deste texto, mas se nossos serviços públicos estão um lixo, se  nossa segurança pública está deficiente (e os policiais ganhando uma esmola), se os hospitais públicos estão amputando bebês, se os assassinos ficam menos de 10 anos presos, se os menores infratores ainda são tratados como crianças normais e saem dos "institutos" para continuar matando e roubando, se os deputados e senadores estão ganhando um salário de mais de 20 mil e uma verba de gabinete de mais de 100 mil por mês, além do fato dos corruptos não serem punidos, se isto tudo acontece em nosso país, me desculpem mais uma vez, mas a culpa é nossa, pois somos uma nação (em sua grande maioria) de fanfarrões, que só se preocupa com coisas fúteis e não nos preocupamos com o dia de amanhã, pois se o carnaval tá garantido, o resto do ano não importa. Na verdade, já diz o ditado popular que "o ano no Brasil só começa depois do carnaval".

Meu sonho é ver esse país acordar deste sonho tupiniquim e perceber a grande capacidade que possui para crescer e a quantidade inesgotável de riquezas naturais que tem para usufruir.

Acorda Brasil, antes que desperte no colo de seu inimigo.

Um comentário:

Escreva aqui o que você achou do Post! Por favor, respeite os princípios da boa educação! Grato!